Como saber o peso ideal de um animal?

Estar no peso ideal é importante para qualquer espécie, uma vez que pode ser um ótimo sinal de que a saúde está em dia. No entanto, nem sempre costuma ser fácil para o tutor a identificação de quando o pet está magro ou com uns quilinhos a mais. Porém, também é importante ressaltar que não há fórmula mágica e que cada raça tem suas próprias especificidades, ou seja, não é possível definir um peso ideal.

O caminho é observar a forma física do animal mesmo. Se as costelas estiverem muito marcadas, é um sinal de magreza. Porém, se, ao tocar a região, não sentir as costelas, também é motivo de preocupação, porque mostra que o animal está acima do peso. Portanto, é importante senti-las desde que não fiquem tão visíveis. Um cuidado importante é não se deixar enganar pela pelagem, gatos mais peludos, por exemplo, parecem mais gordos do que realmente são.

Um instrumento que ajuda muito no controle da forma física é a coleira. Por óbvio, ela ficar apertada com o tempo denota que o pet engordou, assim como uma folga maior indica emagrecimento. O mesmo vale para animais que usam roupa. É uma forma de tornar as variações mais visíveis.

O ideal, porém, é sempre procurar um médico veterinário, que terá o conhecimento e os instrumentos necessários para avaliar se o animal está nas condições adequadas de peso.

Fatores que podem deixar os bichinhos mais gordos

Assim como em humanos, engordar pode ter muita relação com metabolismo. E, à medida que os animais vão envelhecendo, sua capacidade de absorver comida vai diminuindo, bem como ficam mais sedentários. Então, acaba também sendo muito comum os velhinhos serem mais pesados.

A castração também pode ser uma aceleradora do ganho de peso. É bastante normal que, ao serem castrados, eles fiquem mais sedentários também. Uma dica é procurar oferecer rações especiais para animais que fizeram a cirurgia.