Catarata em cachorros: saiba como identificar e tratar a doença 

Muito comum em humanos, a catarata é uma lesão ocular que tem como principal característica deixar a visão embaçada. Em casos mais graves ela pode, inclusive, levar à cegueira. Mas engana-se quem pensa que a doença atinge apenas pessoas, porque os cachorros também podem sofrer com esse problema.

No mundo canino, os motivos para ter catarata são diversos, mas as principais razões estão associadas ao envelhecimento do animal, inflamações intraoculares e diabetes mellitus, normalmente associada a problemas nutricionais. Além disso, há algumas raças com maior propensão para desenvolver catarata, como a Golden Retriever, Poodle, Cocker Spaniel, Schnauzer e Labrador. 

Como identificar a doença 

Talvez você esteja se perguntando: como posso identificar a catarata no meu cachorro? Vamos lá! Observar o comportamento do pet é muito importante e pode fazer a diferença para um diagnóstico precoce da doença. 

Primeiro, a catarata faz com que a lente dos olhos do cão deixe de ser transparente e cristalina, ficando com uma aparência opaca. Por isso, um ponto muito relevante é perceber se os olhos do animal estão com uma coloração azul ou esbranquiçada. 

O cachorro também pode ter aumento da sensibilidade à luz e insegurança para se locomover, mesmo em espaços que ele conheça e esteja habituado. Ainda pode se tornar comum que ele esbarre em objetos, não reconheça pessoas e tenha preferência por lugares mais escuros. 

Outros sintomas comuns envolvem mudanças no formato e no tamanho das pupilas e mais umidade na região dos olhos, sendo comum vê-los lacrimejando com frequência. E atenção: quanto mais cedo o diagnóstico for feito, menor é a chance do cão evoluir para a cegueira.

Como tratar a catarata 

Ao perceber a presença desses sintomas, o ideal é procurar atendimento veterinário o mais breve possível para evitar a evolução da doença. Na maior parte dos casos, o uso de colírios e a realização de cirurgia podem permitir a recuperação parcial da visão. 

A prevenção da catarata pode ser feita por meio do controle da diabetes, através de uma alimentação equilibrada e do acompanhamento nutricional, e ao evitar a reprodução de cães idosos nos quais se percebe a predisposição para o desenvolvimento dessa doença.

E não esqueça: realizar exames de rotina no seu cãozinho pode ajudar a detectar precocemente muitos problemas de saúde. Para isso, conte com os excelentes profissionais da Veterinária Espaço Animal. Estamos prontos para esclarecer suas dúvidas e cuidar do seu pet com muita atenção e carinho.